Dicas do Sommelier



Por que garrafas de 750 ml ??


Por que razão as garrafas têm 750ml ?











A grande maioria das garrafas de vinho que adquirimos têm o tamanho habitual de 750ml. É tão comum e está tão enraizado na nossa cultura que nem nos questionamos o porquê. Não teria mais lógica, venderem garrafas de 1 litro? Apesar das dezenas de tamanhos existentes, o mundo dos vinhos abraçou totalmente esta medida.



Mas qual a razão?



A origem é controversa dado que existem várias opções em cima da mesa. No entanto, a mais consensual explica que a origem está na Inglaterra. No século XIX, o vinho era importado da região de Bordeaux (França) e o sistema métrico dos dois países era distinto. Os vinhos eram importados em barris de “50 galões imperais” correspondente a 225 litros.



Posteriormente, o vinho era distribuído por garrafas e aí surge a necessidade de um número redondo. Os ingleses logo chegaram à equação de 225 litros = 300 garrafas de 750ml. Tornou-se assim vulgar esta medida.



Há quem admita que o tamanho padrão deveu-se à facilidade na produção de garrafas. No século XIX, a produção das mesmas era feita a partir de vidro soprado e geralmente 1 sopro era suficiente para atingir o tamanho de 750ml. No entanto, à parte de lendas e histórias há quem seja cético e defenda que a medida corresponde unicamente a 3 medidas/doses de 250ml, ou seja, o consumo ideal de vinho.



À parte de polémicas, o tamanho standard veio para ficar e não nos livramos dele! As “meias garrafas” vendidas no mercado correspondem a metade de uma garrafa de 750 ml e as Magnun ao seu dobro.



 


Fonte:





Visite nosso Face

Desenvolvido por Porongo Digital